Sexta-feira, 16 de Dezembro de 2011

Futebol - um mundo à parte

 

(Para ler clique na imagem)

publicado por José Soares às 21:20
link do post | favorito
Sexta-feira, 11 de Dezembro de 2009

Futebolistas de pé descalço

   Quando falamos sobre a qualidade de vida que o futebol pode dar aos futebolistas, lembramo-nos logo da vida de luxo de vedetas como Cristiano Ronaldo, em confronto do que seria se não tivesse enveredado pelo futebol. Estava-lhe destinada uma vida de perfeito anonimato, privado de quase tudo e seguramente com carências de vária ordem, a exemplo dos seus pais e irmãos. O futebol permitiu-lhe dar a volta ao destino. Hoje a sua pública e faustosa vida é rodeada de dinheiro, casas, carros, festas, mulheres, viagens e férias. Nada lhe falta.

   O problema, é que enquanto uns, poucos, podem orgulhar-se daquilo que recebem do futebol, a maioria enfrenta grandes dificuldades, o que passa despercebido à maioria dos adeptos do desporto rei. No Varzim, por exemplo, é preocupante a vida dos futebolistas da sua equipa principal. A disputar a Liga de Honra e classificada em 14º lugar, o Varzim tem salários em atraso, destabilizando a vida dos seus jogadores. Segundo o capitão de equipa, Pedro Mendes, “há jogadores sem dinheiro para combustível ou para pagar prestações. É dramático”.

   Constata-se que há muita gente a ganhar com o futebol, mas também há muitos a sofrerem a triste realidade de futebolistas jogarem e não receberem. O país futebolístico anda anestesiado com as goleadas dos grandes e com o que vamos fazer no Mundial, e esquece-se ou pretende ignorar uma outra realidade, a dos pequenos. Às vezes parece que é mais fácil viver no mundo da ilusão, bem próprio da época que atravessamos.

   Como curiosidade, refira-se que o plantel do Varzim custa cerca de 50 mil euros mensais. Só Pablo Aimar, jogador do Benfica, recebe mensalmente mais do dobro dessa verba. O contraste entre ricos e pobres, também é uma realidade no mundo do futebol.

 

In Jornal "O DESPERTAR"  -  11-12-2009

publicado por José Soares às 12:00
link do post | favorito
Domingo, 22 de Maio de 2005

Parabéns Benfica

ParabensBenfica.jpg

Não é costume abordar o futebol nos meus artigos. Adoro futebol, mas existem muitos e bons jornalistas e cronistas que abordam este tema, diariamente. No entanto, e apesar de ser um “leão” academista, tenho que dar os meus parabéns ao Benfica, por ter alcançado o campeonato da Superliga de Futebol.

O último jogo do Boavista-Benfica foi emotivo, dado que a indecisão sobre qual seria o campeão, esteve presente até ao último minuto de jugo. Que me lembre, este foi talvez o campeonato mais emotivo de que há memória. Apesar do Sporting ter sido considerado, como a equipa que melhor jogou futebol em toda a época, a verdade é que para a história o que fica é o Benfica Campeão na época de 2004/2005.

Giovanni Trapattoni fez três substituições no último jogo. No entanto, talvez muitos não se lembrem que, quando o Benfica foi campeão há 11 anos, essa regra ainda não estava em vigor. Para os benfiquistas, passou muito tempo. Durante esse período, o Benfica teve onze treinadores, quatro presidentes e uma quantidade interminável de jogadores. Até o seu maior símbolo e palco de grandes alegrias, o Estádio da Luz, por muitos carinhosamente tratado por “A Catedral”, foi deitado abaixo, para dar lugar a um novo e magnífico estádio.

Por mais que alguns queiram desvalorizar, a verdade é que o futebol é mais que um jogo. É uma indústria. É um fenómeno social, que arrasta multidões e mais vezes dirigido pela emoção do que pela razão. Sendo o clube com mais adeptos, era esperada a euforia que se viu no final do jogo com o Boavista, dentro do estádio, mas principalmente fora dele. A alegria que os adeptos sentiram após tão longo jejum, que a alegria viu-se em todo o País e também nas nossas comunidades espalhados pelo mundo.

Os sempre lamentáveis incidentes, que ocorrem num ou noutro sítio, não mancharam esta merecida vitória do Benfica. Nestas alturas, a irracionalidade toma conta de muitos. A euforia é tal, que até o desempregado abraça efusivamente o seu ex-patrão e o funcionário abraça o chefe, para partilhar a alegria do momento. Por instantes, que muitos querem prolongar o mais possível, o País parece ficar anestesiado, sem se importar muito com as outras coisas da vida. O problema é a ressaca. Mas agora o apontamento é de alegria, pelo que renovo os Parabéns ao Benfica.

 

In "AURINEGRA" - 24-05-2005  -  www.aurinegra.com

publicado por José Soares às 23:20
link do post | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


.posts recentes

. Futebol - um mundo à part...

. Futebolistas de pé descal...

. Parabéns Benfica

.arquivos

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Junho 2008

. Março 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Junho 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds