Terça-feira, 28 de Fevereiro de 2006

Do Dr. Silva ao Sr. Júlio

Visitei há dias um lar à procura dum amigo de família. É uma experiência pouco agradável para nós, mas duma felicidade extrema para quem é visitado. É uma verdadeira viagem ao futuro. Por mais que eu queira pensar o contrário e por melhor que ali os idosos sejam tratados, tal só deve acontecer quando os mesmos não possam ficar em ambiente familiar. O problema é que cada vez mais isso se torna difícil, para não dizer impossível. Com o envelhecimento da nossa população, são cada vez mais importantes estes espaços, para quem não tem outra alternativa.

À saída, depois de visitar quem queria, reparei com uma cara que me parecia familiar. Fixei-me melhor. Não podia haver dúvidas. Apesar dos muitos anos que me separavam da última vez que o tinha visto, só podia ser o Dr. Silva. Pergunto a uma das ajudantes quem era aquele senhor que estava bem no canto da sala de estar. “É o Sr. Júlio”, disse-me simpaticamente. Sr. Júlio!? Não podia ser. Aproximei-me dele e disse: “Como está Dr. Silva?” Oh Soares, que bom ver-te. “Conheceu-me logo!?”, questionei. “É verdade, mas sabes que já são poucos os que me tratam assim. Há muito que deixei de ser o Dr. Silva para passar o Sr. Júlio, ou então o do quarto 8. É a vida.”

No mesmo dia, faço uma viagem ao futuro antevendo o que me poderá acontecer, se tiver sorte, e também uma viagem ao passado, recordando com o Dr. Silva o que foi a sua vida e como são agora passados os dias do Sr. Júlio. De facto, parece que estou a falar de duas pessoas, apesar de ser a mesma pessoa. Antigamente era difícil falar com o Dr. Silva, sempre com uma sobrecarregada agenda, distinto orador e muito envolvido em tudo e mais alguma coisa. Era uma pessoa que lutava diariamente contra a falta de tempo. A sua vida profissional não lhe permitia ter tempo para nada. Hoje, o Sr. Júlio só tem tempo e não sabe como utilizá-lo duma forma útil. Obrigado Sr. Dr. Júlio Silva, pela lição de vida que me deu. Aprendi mais consigo naquela hora, do que em muitos livros que tenho lido. Espero em breve voltar a visitá-lo e aguardo que tenha um tempo disponível para mim.


in "DIÁRIO DE COIMBRA"  -  26-02-2006 - www.diariocoimbra.pt 


 

publicado por José Soares às 17:00
link do post | favorito
1 comentário:
De kalinka a 1 de Março de 2006 às 22:02
Este artigo comoveu-me profundamente.
Sei bem o que isso é, pois trabalhei durante anos com pessoas idosas, que estavam internadas numa enfermaria de Medicina Interna, e, como elas desejavam que chegasse a hora das visitas.
Também acompanhei as visitas de alguns familiares a essas mesmas pessoas, e muito haveria a dizer sobre o assunto. É mesmo muito triste, quando se chega a este ponto de «esperar que alguém nos visite» e, alguns ainda demonstram que o fazem por favor...Terrível...!!!
Inaceitável e inacreditável.
Realmente estas pessoas dão-nos algumas lições de Vida muito importantes, eu aprendi muito com elas, e só estou grata pelo tempo que passei junto das mesmas, ajudando em tudo que me fosse possível fazer por elas.
Mas, a vida dá muitas voltas...


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


.posts recentes

. Feira Medieval em Buarcos

. A sorte e a crise não são...

. Parabéns: já só faltam ci...

. A minha aposentação não c...

. A minha aposentação não c...

. Um casarão sem alma

. Ano Novo Vida Velha

. Ano novo, políticos e víc...

. Hora de receber

. Hora de receber

. Função pública e função p...

. Função pública e função p...

. Futebol - um mundo à part...

. Reformas - pensão pública...

. Um casarão sem alma

. A Saúde e a Madeira

. Crimes sem perdão

. Fuga de cérebros

. Rotunda do Ingote

. Pregões de praia

. Tributar as heranças

. Ai Álvaro, Álvaro

. Misericórdia de Semide in...

. Cuidado com o bronze arti...

. I Feira Medieval em Buarc...

. Vamos andando

. José Soares em mini-entre...

. Visita a Cáceres

. Não há vergonha para o de...

. Boa vida para o setor aut...

.arquivos

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Junho 2008

. Março 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Junho 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds