Domingo, 22 de Maio de 2005

Parabéns Benfica

ParabensBenfica.jpg

Não é costume abordar o futebol nos meus artigos. Adoro futebol, mas existem muitos e bons jornalistas e cronistas que abordam este tema, diariamente. No entanto, e apesar de ser um “leão” academista, tenho que dar os meus parabéns ao Benfica, por ter alcançado o campeonato da Superliga de Futebol.

O último jogo do Boavista-Benfica foi emotivo, dado que a indecisão sobre qual seria o campeão, esteve presente até ao último minuto de jugo. Que me lembre, este foi talvez o campeonato mais emotivo de que há memória. Apesar do Sporting ter sido considerado, como a equipa que melhor jogou futebol em toda a época, a verdade é que para a história o que fica é o Benfica Campeão na época de 2004/2005.

Giovanni Trapattoni fez três substituições no último jogo. No entanto, talvez muitos não se lembrem que, quando o Benfica foi campeão há 11 anos, essa regra ainda não estava em vigor. Para os benfiquistas, passou muito tempo. Durante esse período, o Benfica teve onze treinadores, quatro presidentes e uma quantidade interminável de jogadores. Até o seu maior símbolo e palco de grandes alegrias, o Estádio da Luz, por muitos carinhosamente tratado por “A Catedral”, foi deitado abaixo, para dar lugar a um novo e magnífico estádio.

Por mais que alguns queiram desvalorizar, a verdade é que o futebol é mais que um jogo. É uma indústria. É um fenómeno social, que arrasta multidões e mais vezes dirigido pela emoção do que pela razão. Sendo o clube com mais adeptos, era esperada a euforia que se viu no final do jogo com o Boavista, dentro do estádio, mas principalmente fora dele. A alegria que os adeptos sentiram após tão longo jejum, que a alegria viu-se em todo o País e também nas nossas comunidades espalhados pelo mundo.

Os sempre lamentáveis incidentes, que ocorrem num ou noutro sítio, não mancharam esta merecida vitória do Benfica. Nestas alturas, a irracionalidade toma conta de muitos. A euforia é tal, que até o desempregado abraça efusivamente o seu ex-patrão e o funcionário abraça o chefe, para partilhar a alegria do momento. Por instantes, que muitos querem prolongar o mais possível, o País parece ficar anestesiado, sem se importar muito com as outras coisas da vida. O problema é a ressaca. Mas agora o apontamento é de alegria, pelo que renovo os Parabéns ao Benfica.

 

In "AURINEGRA" - 24-05-2005  -  www.aurinegra.com

publicado por José Soares às 23:20
link do post | favorito
3 comentários:
De J.Soares a 23 de Maio de 2005 às 21:51
Só agora vi as reportagens sobre as comemorações do Benfica e acho perfeitamente lamentável o que se passou no Porto. Fair-Play, sabem o que é? Meia dúzia de arruaceiros, arrastam algumas cabeças inconscientes e poêm em causa uma claque, um clube, uma cidade e até, no limite, uma região. É o País que temos.


De Ester a 23 de Maio de 2005 às 01:06
Faço minhas as palavras escritas por Zé Pedro.
Se todos os Sportinguistas fossem assim, e os Portistas também, haveria mais prazer ao ver os jogos de futebol.
Logo hoje na Avenida dos Aliados, os Portistas (como não podia deixar de ser) arranjaram desacatos pelo facto dos adeptos do Benfica estarem a festejar a sua justa e digna vitória.
Parabéns pela sua forma de ser.


De Z Pedro a 22 de Maio de 2005 às 23:39
Sendo tu um sportinguista registo com agrado esta referência. É o verdadeiro fair-play.


Comentar post

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Abril 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


.posts recentes

. Feira Medieval em Buarcos

. A sorte e a crise não são...

. Parabéns: já só faltam ci...

. A minha aposentação não c...

. A minha aposentação não c...

. Um casarão sem alma

. Ano Novo Vida Velha

. Ano novo, políticos e víc...

. Hora de receber

. Hora de receber

. Função pública e função p...

. Função pública e função p...

. Futebol - um mundo à part...

. Reformas - pensão pública...

. Um casarão sem alma

. A Saúde e a Madeira

. Crimes sem perdão

. Fuga de cérebros

. Rotunda do Ingote

. Pregões de praia

. Tributar as heranças

. Ai Álvaro, Álvaro

. Misericórdia de Semide in...

. Cuidado com o bronze arti...

. I Feira Medieval em Buarc...

. Vamos andando

. José Soares em mini-entre...

. Visita a Cáceres

. Não há vergonha para o de...

. Boa vida para o setor aut...

.arquivos

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Junho 2008

. Março 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Março 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Junho 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds